APRESENTAÇÃO

O Sindicato das Secretárias e dos Secretários do Distrito Federal – SISDF é uma organização sindical criada para defender, representar e reivindicar melhores condições de vida e de trabalho para a categoria.

É entidade de 1º Grau, integrante do 2º grupo do comércio no plano da CNTC - Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio, de acordo com as disposições da Consolidação das Leis do Trabalho–CLT, regido por um Estatuto Social e filiada a Fenassec - Federação Nacional de Secretárias e Secretários e a UGT - União Geral dos Trabalhadores.

A categoria de secretária (o) é classificada como diferenciada e isso significa que, independendo do ramo de atividade da empresa em que trabalha, o profissional de secretariado é representado pelo SISDF.

AVISO URGENTE

A PROFISSÃO PODE ACABAR?

Essa é uma questão a ser discutida e precisa de muita atenção e esclarecimentos, principalmente porque, mesmo remotamente, há, sim, esse risco. O que não irá acabar será a função, pois, como todos sabem, o secretariar existe desde a época dos escribas, embora antigamente exercido por pessoas não habilitadas.

A profissionalização, ocorrida em 30 de setembro de 1985, caso não tenhamos a devida atenção, pode sucumbir e o melhor exemplo ocorreu ano passado, com a edição da MP 905/2019, que extinguia o registro profissional junto as SRTEs, sofremos um grande ataque.

Outra ação recente a qual nos chama a atenção é o Termo de Referência publicado pelo Ministério da Economia, que rege todas as licitações do governo federal (e normalmente é seguido pelos estados), mudando a nomenclatura de Secretário Executivo e Executivo Bilíngue/Trilíngue, para Secretário I e II. Seria isso uma forma de burlar a contratação de profissionais habilitados?

Apesar de todos os esforços da Federação Nacional de Secretárias e Secretários junto com os Sindicatos da categoria, infelizmente ainda não se conseguiu a criação do Conselho, órgão que, além de ter a prerrogativa de fiscalização do exercício da profissão, certamente fortaleceria a conquista da profissionalização.

Aliás, o risco eminente é primordialmente pelo enfraquecimento do movimento sindical devido ao fato de muitas entidades representantes dos secretários nos estados já terem fechado as portas como é o caso do de Minas Gerais, Rio de Janeiro, ABC/SP, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Alagoas, Paraíba etc, e a inatividade de outros como o do Amazonas, Pará, Amapá, dentre tantos.

Há algo a ser feito? Precisa-se que os profissionais de secretariado tomem consciência do risco da perda, para que se unam pela recriação das organizações inativas e se juntem às ainda existentes, para um trabalho sólido como quando da luta pela promulgação da lei de regulamentação.

É necessário saber que nada vem de graça, tudo depende de entrega, sacrifício, doação, mas principalmente do amor pela profissão. Com o fechamento das entidades, várias Instituições de Ensino estão fechando os cursos de secretariado e isso é um grande retrocesso.

Muitos vão dizer que o sindicato nunca os procurou, mas a pergunta é: você conhece a entidade que lhe representa? Já fez alguma visita? Ofereceu-se para desempenhar algum trabalho? Participa das ações desenvolvidas como é o caso das assembleias? É filiado? Se o for, paga a anuidade/mensalidade em dia? Esses são alguns dos principais passos para o fortalecimento da organização.

A maior queixa é: o sindicato não faz nada. Isso implica que a categoria também não está fazendo nada. Para se desenvolver qualquer trabalho, depende-se primeiramente do fortalecimento por meio da sua manutenção feita por meio do pagamento da anuidade/mensalidade e demais contribuições instituídas. Para cobrar alguma ação, é necessário, no mínimo, ser filiado, ser filiada. A continuação das entidades passa inicialmente por essa questão.

Alguns vão alegar falta de tempo. Os que estão e/ou estiveram à frente dos trabalhos no sindicato são tão secretários como você e, a grande maioria, sempre exerceu a profissão. Ou seja, quando se quer, nada é empecilho.

CONVENÇÕES COLETIVAS 2019/2021

2020

SEAC
 - DATA BASE JANEIRO
Secretários das Empresas de Terceirização
Reajuste Salarial = percentual de 3,2%;
Auxílio Alimentação = R$ 33,92; 
Pisos Salariais = Secretário Técnico: R$ 2.220,00; Secretário Executivo: R$ 4.440,00 e Secretário Executivo Bilíngue: R$ 5.030,00;
Benefícios = Planos de saúde ambulatorial; Plano odontológico gratuito, homologação assistida, assistência jurídica trabalhista, etc. 
OBS.
Verificar na CCT as demais conquistas e vantagens, inclusive benefícios exclusivos para os associados ao SISDF.

SINDICONDOMÍNIO - DATA BASE JANEIRO
Secretários de Condomínios Residenciais e Comerciais
Reajuste Salaria
l = percentual de 4,48%;
Vale Alimentação = R$ 37,50;
Pisos Salariais = Secretário Técnico: R$ 1.818,00 e Secretário Executivo: R$ 2.628,00;
Cesta Básica (a ser paga nas férias) = Secretário Técnico: R$ 400,00 e Secretário Executivo: R$ 686,00 para filiados ao sindicato.
OBS.: Verificar as demais cláusulas e benefícios nesta página em Convenções Coletivas / Atuais.

2019/2020 

SECOVI - DATA BASE MAIO
Secretários das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais)
Reajuste Salarial = percentual de 3%;
Vale Alimentação = R$ 26,00
Pisos Salariais = Secretário Técnico: 1.603,00 e Secretário Executivo = 2.313,00;
Benefícios = Antecipação 13º salário, adicional por tempo de serviço, homologação assistida, auxílio funeral, prevenção assédio moral e sexual, estabilidade após licença maternidade, abono de faltas, entre outros.
OBS.: Ver cláusula sobre o REPIS - Regime Especial de Piso Salarial e demais benefícios em Convenções Coletivas / Atuais.

FECOMÉRCIO - DATA BASE MAIO
Secretários de Empresas representadas pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo
Reajuste Salarial = 
percentual de 3%;
Vale Alimentação =
 r$ 17,00
Pisos Salariais = Secretário Técnico: 1.500,00 e Secretário Executivo = 2.500;
Benefícios =
Antecipação 13º salário, adicional por tempo de serviço, homologação assistida, seguro de vida, estabilidades: após licença maternidade, ao acidentado e portadores de doença funcional, véspera de aposentadoria, ao adotante, abono de faltas, entre outros.
OBS.: 
Ver cláusula sobre o REPIS - Regime Especial de Piso Salarial e demais benefícios em Convenções Coletivas / Atuais.

SESCON - DATA BASE AGOSTO
Secretários de Empresas de Serviços Contábeis, Assessoramento, Perícias, Informações, Pesquisas, etc.
(Ver abrangência em CONVENÇÕES COLETIVAS/ATUAIS)
Reajuste Salarial
 = percentual de 4,02%;
Vale Alimentação = R$ 25,00 
Pisos Salariais = Secretário Técnico: R$ 2.170,00, Secretário Executivo: R$ 4.170,00 e Secretário Executivo Bilíngue: R$ 5.230,00.

Cesta Básica = R$ 345,00 (a ser paga nas férias) para filiados ao sindicato.
Benefícios = Planos de saúde ambulatorial e odontológico gratuitos, homologação assistida, assistência jurídica na área trabalhista, etc. Verificar nesta página, em Convenções Coletivas / Atuais, a íntegra da CCT na qual constam as demais conquistas e vantagens.
OBS.: As cláusulas econômicas serão negociadas em 1º/08/2020.

ATENÇÃO

1. Cópias das CCTs, nas quais podem ser verificados os benefícios citados e demais conquistas, encontram-se disponíveis nesta página na aba CONVENÇÕES COLETIVAS / ATUAIS.

2. A obrigatoriedade de contratação e exercício da profissão somente com a habilitação, obtida pela certificação como secretários técnicos e executivos, e assistência jurídica gratuita no âmbito trabalhista é comum a todas as normas. 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

35 ANOS DE PROFISSIONALIZAÇÃO

Qua, 21/10/2020

No próximo 30 de setembro, a categoria secretarial comemorará os seus 35 anos de regulamentação profissional e, infelizmente, ainda há empregadores que insistem em contratar esses trabalhadores sem a devida habilitação. Esta é uma luta bastante difícil e cabe a todos (secretários, estudantes, docentes, coordenadores de cursos, etc.) não permitir que isso ocorra. Somos todos fiscais da profissão. É preciso denunciar, esclarecer e principalmente não divulgar vagas para emprego que não contenham a exigência do registro profissional, obtido na SRTE, ou que anunciem contratação como “Assessores Executivos”, por exemplo. Ao proceder dessa forma, há a desvalorização da conquista obtida por meio...

Leia mais

VITÓRIAS

Dom, 27/09/2020

O SISDF nos últimos dias obteve mais algumas vitórias importantes para os profissionais secretários terceirizados de órgãos públicos, significando que, mesmo em trabalho remoto devido à pandemia e necessidade do isolamento social, não parou em nenhum momento a luta em prol da categoria. Assim, recentemente, conseguiu na justiça uma liminar garantindo o plano de saúde de um órgão que, apesar de ter colocado o benefício na planilha de custo, havia enviado solicitação de exclusão à operadora. Portanto, os secretários continuarão com a continuidade dessa assistência até, pelo menos, o julgamento da ação. Também, depois de uma difícil negociação, o jurídico da entidade...

Leia mais

QUALIFIQUE-SE

Seg, 07/09/2020

Nos tempos atuais, a qualificação profissional é cada vez mais exigida pelos gestores. Mas apesar da oferta de cursos, inclusive os de formação acadêmica, grande parte dos trabalhadores da atualidade não atendem as exigências de mercado. E essa é uma constatação não só dos especialistas, mas também temos percebido essa questão aqui no sindicato. Na página do SISDF há um Banco de Cadastro colocado à disposição gratuitamente tanto para a categoria, como para as empresas. Um grande número de currículos que apesar de já estarem depositados há anos, não são selecionados. Diante disso, resolvemos fazer uma análise e o que encontramos foi...

Leia mais

Exercício Ilegal da Profissão

O trabalhador na área de SECRETARIADO sem o REGISTRO PROFISSIONAL - de acordo com as Leis 7.377/85 e 9.261/96 - exerce a profissão ILEGALMENTE.

O exercício ilegal de profissão regulamentada, sujeita os infratores a processo criminal, constituindo contravenção penal capitulada no artigo 47 da Lei das Contravenções Penais, Decreto- Lei 3.688 de 03 de outubro de 1941 pelo exercício ilegal de profissão ou atividade. Vejamos:

"Art. 47 - Exercer profissão ou atividade econômica ou anunciar que a exerce, sem preencher as condições a que por lei está subordinado o seu exercício: Pena - prisão simples, de quinze dias a três meses, ou multa".

SEJA LEGAL. HABILITE-SE!

Habilite-se

No sentido de facilitar à profissionalização, como TÉCNICOS E/OU EXECUTIVOS, exigida pela Lei de Regulamentação da Profissão de nº 7377/1985 (modificada pela Lei 9261/1996) de obtenção do REGISTRO PROFISSIONAL junto à SRTE/MTE, este SISDF mantém parceria com algumas Instituições de Ensino para os cursos, presenciais e/ou a distância, de Técnico, Tecnólogo e Bacharelado em Secretariado.        

O percentual de desconto direto nas mensalidades é variável de acordo com cada parceria nos seguintes Cursos e Faculdades: Inted e Inedi (Técnico); Iesb, UDF e Uninter (Tecnólogo); Cecap e Upis (Bacharelado); Unyleya (Pós-Graduação) e na Processus e Unip por meio da parceria com a MASTERCLIN (somente para filiados).

Verifique esses e os demais convênios e quem pode usufruí-los em Serviços Prestados ou entre em contato conosco pelo número 3321.0524 para maiores informações, inclusive de como adquirir o desconto.

Obs.: No caso do Técnico em Secretariado, o IFB  e o Senac oferecem cursos gratuitos.

 

   

BENEFÍCIOS:

 

   

 

 






                    

Filiado a

Parceiros

Programas e Campanhas