Secretárias também comemoram seu dia, 30 de setembro

Rais mostra que profissão tende a aumentar a cada ano. Em 2005, o número de profissionais era de 200.929. Um ano depois, passou para 202.670. A remuneração média também subiu

Elas assessoram os executivos no desempenho de suas funções, gerenciam informações, auxiliam na execução de suas tarefas administrativas e em reuniões, marcam e cancelam compromissos. Entre um dia e outro, estas profissionais - somente em 2006 eram mais de 200 mil em todo o País, segundo a Relação Anual de Informações Sociais (Rais) - têm sua data comemorada no dia 30 de setembro.

A origem desta celebração se deu por conta de um invento - tido como uma de suas principais ferramentas de trabalho - em 1860: a máquina de escrever. Criada por Christopher Sholes, logo o simpático equipamento foi testado por sua filha, Lilian Sholes.

Por ser a primeira mulher a usar uma máquina de escrever, os fabricantes acabaram aproveitando a data de seu nascimento - Lílian nasceu em 30 de setembro de 1950 - para a realização de diversas atividades promocionais. Como muitas secretárias participavam destes eventos, eles acabaram instituindo esta data, como o seu dia.

A Rais mostra que a profissão tende aumentar a cada ano. Em 2005, o número de profissionais (entre secretário executivo, executiva, secretario bilíngüe, secretária trilingue e técnico em secretariado) era de 200.929. Um ano depois, passou para 202.670. A remuneração média também subiu, conforme mostra a tabela.

Rais - Número de empregos e remuneração média R$ em 31 de dezembro

UNIDADE DA FEDERAÇÃO

2005

2006

 

Empregos

Rem. Média

Empregos

Rem. Média

CBO 111220 - Secretário Executivo

11.786

1.511,90

12.630

1.542,80

CBO 252305 - Secretária executiva

97.283

1.414,95

101.889

1.515,20

CBO 252310 - Secretário bilíngüe

11.111

1.974,50

10.234

2.126,71

CBO 252315 - Secretária trilíngüe

1.079

1.439,17

1.018

1.481,62

CBO 351505 - Técnico em secretariado

79.670

979,17

76.899

1.040,18

 

Fonte: Rais/MTE


Descrição
Na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), do MTE, é possível encontrar uma série de informações referentes à categoria da profissão de secretária.

Secretárias executivas e bilíngues: Coordenam e controlam atividades e equipes (pessoas que prestam serviços à secretária, como auxiliares de secretária, office-boys, copeiras, motoristas); controlam documentos e correspondências; atendem clientes externos e internos; organizam eventos e viagens, além de prestarem serviços em idiomas estrangeiros. Também podem cuidar da agenda pessoal dos executivos.

Condições gerais de exercício
As secretárias trabalham nas mais variadas atividades econômicas da indústria, comércio e serviços, além da administração pública, como assalariados com carteira assinada, estatutários, ou autônomos, sob supervisão ocasional. Assessoram chefias, atendendo a mais de um diretor ou uma área.

As secretárias bilíngüe-trilíngües realizam as mesmas atividades que as secretárias executivas e se diferenciam nas atividades que requerem fluência em língua estrangeira.

Formação e experiência
O exercício dessas ocupações requer curso superior em secretariado. Para as secretárias bilíngües e trilíngües, é fundamental a fluência em dois ou três idiomas estrangeiros.

O pleno desenvolvimento das atividades ocorre após dois ou três anos de experiência. (Fonte: MTE)

AVISO URGENTE