PARABÉNS AOS PROFISSIONAIS SECRETÁRIOS DO DISTRITO FEDERAL! 


Fundado em 4 de fevereiro de 1988, o Sindicato das Secretárias e dos Secretários do Distrito Federal - SISDF completa, neste mês, 30 anos de atividades. Uma data importante que deve ser evidenciada por toda categoria. Afinal, a entidade tornou-se uma referência por suas ações em prol dos profissionais de secretariado.

Muitas histórias para contar, uma trajetória de lutas para relembrar, importantes conquistas e, sobretudo, motivação para o trabalho em defesa da valorização dos profissionais secretários e da melhoria das condições de trabalho e de salários.

Neste mês de celebração, não podemos deixar de agradecer a todos os associados, que colaboram para fazer do sindicato uma instituição consolidada, atuante, forte e respeitada. É isso que dá sustentação às nossas lutas e garante a força necessária para que possamos enfrentar os problemas que surgem no dia a dia. Seguimos plantando sementes para que os próximos anos, assim como os últimos, sejam de boas colheitas.

Estão de parabéns todos aqueles que fizeram e ainda fazem parte dessa rica trajetória e, com certeza, muito ainda têm a realizar. Assim, as comemorações representam uma
oportunidade de rever a história, com seus erros e acertos, mas, especialmenste com ensinamentos para o futuro. Afinal, o SISDF chega aos seus 30 anos com foco e determinação capazes de garantir conquistas fundamentais aos seus representados e também em defesa da democracia.

Dessa forma, é essencial que façamos una reflexão acerca da importância da entidade sindical em nossas vidas. Mais do que nunca, vemos um ataque frontal às conquistascom as reformas trabalhista, previdenciária e a terceirização, que precarizam cada vez mais o trabalho no Brasil.Por isso, a importância que sejam multiplicadores da ideia de que é necessário cada vez mais fortalecer o sindicato, pois ele é o ultimo refúgio que os secretários têm em defesa de suas conquistas.

Diante dos últimos acontecimentos, certamente não hámuito que comemorar, mas não podíamos deixar passar a data que marca os 30 anos de luta da organização que está à frente da categoria buscando a garantia dos direitos dos profissionais de secretariado.

O SISDF faz aniversário, mas o presente quem ganha são os profissionais secretários. Certamente nenhum esforço foi em vão e hoje podemos comprovar o reconhecimento
crescente da profissão. E essa é a maior satisfação dos que fazem a entidade.

UNIDOS SEREMOS IMBATÍVEIS!

MINISTÉRIO PÚBLICO LANÇA CAMPANHA PARA ENFRENTAR NOVA LEI TRABALHISTA

O Ministério Público do Trabalho lançou segunda (7) a campanha Maio Lilás, que objetiva resgatar os direitos dos trabalhadores ameaçados pela reforma trabalhista de Michel Temer (Lei 13.467/17). O evento, no auditório da Procuradoria Geral do Trabalho, em Brasília, teve mesa-redonda com procuradores e representantes de entidades sindicais de trabalhadores e patronais.

O evento também lançou o site da campanha (www.reformadaclt.com.br/) e um vídeo sobre a nova lei trabalhista, esclarecendo detalhes sobre as mudanças implementadas e explicando o que muda após a aprovação da nova legislação.

A iniciativa, que tem apoio das Centrais e Sindicatos de todo o País, conta com diversas atividades durante o mês de maio.

O presidente da Nova Central Sindical de Trabalhadores, José Calixto Ramos, disse à Agência Sindical que movimentos como esse são importantes, a fim de ampliar o debate com a sociedade sobre o tamanho do estrago causado pela nova lei trabalhista. “A iniciativa é um incentivo à participação sindical. As entidades devem adotar a campanha, para mostrar à população a importância da proteção do Sindicato, única ferramenta de defesa do trabalhador”, explica.

Ataques - Calixto lembra que, além de enfraquecer os Sindicatos retirando a fonte de custeio, o governo tenta desmontar a proteção do trabalhador na Justiça do Trabalho. “O trabalhador precisa entender que, além de atacar a atuação sindical a partir da sua sustentação financeira, o governo e parte do Congresso Nacional querem acabar com a Justiça do Trabalho. A nova lei cria dificuldades a quem precisa entrar com ações”, frisa.

Segundo o procurador João Hilário Valentim, coordenador nacional de Promoção da Liberdade Sindical, a nova legislação coloca diversos obstáculos às atividades dos Sindicatos, principalmente ao dificultar a contribuição sindical. “Um Sindicato precisa de recursos para promover as ações em defesa dos representados. A crise no custeio afeta diretamente a ação sindical”, comenta.

Campanha - O Maio Lilás começou no ano passado. A cor lilás homenageia as 129 trabalhadoras, queimadas num incêndio criminoso numa fábrica de tecidos em Nova Iorque, dia 8 de março de 1857. Elas reivindicavam salário justo e redução da jornada de trabalho. No momento do incêndio, era confeccionado um tecido de cor lilás.

Fonte: Agência Sindical