DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

1.  Marcar com, no mínimo, um dia de antecedência

2.  Rescisão de contrato em cinco vias

3.  Aviso prévio ou pedido de demissão em três vias, notificando o empregado o dia, hora e local da referida homologação

4.  Guias de seguro desemprego, desde que o empregado tenha sido demitido sem justa causa

5.  Livro ou ficha de registro de empregados devidamente atualizados

6.  Carta de preposto

7.  Carta de apresentação ao empregado

8.  AAS (24 últimos meses) - Atestado de Afastamento e Salários ou período trabalhado

9.  Atestado de Saúde Ocupacional Demissional expedido pelo médico do trabalho, conforme  NR – 07 de acordo com a portaria SSST nº 24 de 29/12/94

10. CTPS atualizada

11. Extrato analítico do FGTS

12. Pagamento em cheque administrativo ou dinheiro (o cheque não pode ser cruzado)

13. GRFP – Guia de Recolhimento Rescisório dos 50% do FGTS (apresentar a guia paga) e a chave de identificação para o saque

14. Comprovante de Contribuição Sindical de 2013 / 2014 / 2015 / 2016 / 2017 (últimos cinco anos)

15. Comprovante de Contribuição Assistencial de 2013 / 2014 / 2015 /2016 / 2017 (últimos cinco anos)

OBSERVAÇÕES:
 
1. Só comparecer com os documentos exigidos
 
2. Nas homologações efetuadas no mês de abril, os empregadores deverão comprovar o repasse da Contribuição Sindical do ano corrente
 
3. As homologações que, excepcionalmente, precisarem ser por intermédio de procuração, esta deve ser um instrumento público.

CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA